Óleo Essencial de Cipreste 10ml

Algumas de suas propriedades são: antisséptico, antiespasmódico, antisudorífero, adstringente, desodorante, diurético, hepático e vasoconstritor local.

R$36,90

Em estoque

REF: OE001007 Categorias: ,

Descrição

Óleo essencial de Cipreste – 10ml

Cupressus sempervirens


O óleo de Cipreste é claro e tem uma qualidade amadeirada, com aroma balsâmico, levemente acre. Algumas de suas propriedades são: antisséptico, antiespasmódico, antisudorífero, adstringente, desodorante, diurético, hepático e vasoconstritor local.

O óleo de cipreste é benéfico em situações onde há excessiva descarga de fluido, como perda de sangue violenta, diarreia, disenteria, menstruação excessiva, sangramento de gengiva,etc. Sua qualidade adstringente também o faz eficiente em hemorragias. Externamente, em hemorroidas, veias varicosas e pele oleosa. Parece agir sobre o sistema reprodutor feminino, provavelmente através dos ovários, e tem se mostrado valioso na menopausa e distúrbios menstruais.

É um poderoso antiespasmódico e é muito útil para asma, coqueluche e todas as toses espasmódicas. É também um sedativo das terminações nervosas do sistema respiratório. Devido a esse efeito combinado sobre a respiração, o cipreste pode ser também usado na bronquite e enfisema: sua utilidade contra a gripe já é reconhecida. A ação do cipreste sobre o fígado não está clara, mas pode ser usado onde há energia ou calor excessivo no fígado causando, por exemplo, excesso de bile. Seu efeito sobre os nervos é sedativo, não estimulante. O Cipreste parece ser um dos óleos mais úteis. Seu efeito repressor sobre os fluidos é quase único entre as essências e possui bastante afinidade com o sistema reprodutor feminino.

Modo de uso:

SAÚDE

Hemorróidas
3 a 5 gotas de óleo de cipreste em uma bacia de água morna. Faça um banho de assento por 15 a 20 min para aliviar a dor e o desconforto.

Hemorragias
Aplique o óleo puro direto no local, deixando secar.

Menopausa
1 gota na bucha na hora do banho. Use diariamente. Faça uma água aromática com 10 gotas de óleo e cipreste em 100ml de água, e borrife no colo (é necessário se identificar com o aroma).

Disturbios menstruais
3 a 5 gotas de óleo de cipreste em uma bacia de água morna. Faça um banho de assento por 15 a 20 min.

Má Circulação
30 gotas de óleo de cipreste diluídos em 60ml de óleo de andiroba. Massageie bem as regiões.

Suor nos pés
Faça uma água aromática com 20 gotas de óleo e cipreste em 100ml de água, e borrife nos pés diariamente. Coloque algumas gotas em um algodão e ponha dentro dos sapatos.

Tosse seca
6 a 8 gotas de óleo de cipreste em 1 litro de água fervente. Inalar por 15 minutos cobrindo a cabeça com uma toalha.

Dor de garganta
6 a 8 gotas de óleo de cipreste em 1 litro de água fervente. Respirar pela boca por 15 minutos cobrindo a cabeça com uma toalha. Dilua 15 gotas em 30ml de óleo vegetal e massageie a região da garganta.

Rouquidão
Dilua 15 gotas em 30ml de óleo vegetal de sucupira e massageie a região da garganta. Faça gargarejos com 1 gota de óleo de cipreste diluídos em meio copo d’agua.


Uso em sauna

Os óleos essenciais mais indicados para usar em sauna, seja ela seca ou a vapor, são os aromas mais herbais como alecrim, capim-limão (lemongrass), eucalipto citriodora, cipreste e hortelã.
O uso da aromaterapia na sauna vai potencializar a eliminação de toxinas das pele e o descongestionamento do sistema respiratório, além dos benefícios específicos do óleo essencial a sua escolha.
Óleo essencial não é solúvel em água. Para usá-los na sauna e recomendo que se dilua 6 gotas em 1 colher de sobremesa de álcool e depois dilua em água para colocar no borrifador. No máximo 8 gotas, dependendo do tamanho da sauna. Para o Alecrim, Hortelã e o Lemongrass (capim-limão), máximo de 5 gotas, por serem mais fortes. Outra alternativa é pingar diretamente o óleo essencial (4 gts tb) num pirex de louça(não pode ser plástico) ou esponja natural e colocar próximo à saída de vapor. Evite colocar diretamente na pedra da sauna.
Nunca deixe o frasco de óleo essencial na sauna!!!


BELEZA

Queda de cabelo
1 gota de óleo de cipreste em um punhado de xampu. Massagear o couro cabeludo e enxaguar. 20 gotas de óleo de cipreste em 100ml de água. Borrifar no couro cabeludo e deixar secar.

Varizes
30 gotas de óleo de cipreste diluídos em 60ml de óleo vegetal de arnica montana. Massageie sempre na área acima das varizes, nunca abaixo ou em cima, pois isso aumenta a pressão sovre as veias varicosas.

Pele envelhecida
20 gotas em 100gr de creme para o rosto. Aplique como de costume. Vaporização facial: 5 gotas em um litro de água fervente. Feche os olhos e deixe o vapor chegar ao rosto. Faça por 5 minutos. Para fechar os poros, enxague o rosto com água fria.

Pele oleosa
3 gotas de óleo de cipreste diluídos em 1 colher de sopa de argila verde. Misture um pouco de água à argila até formar uma pasta, em seguida adicione o óleo de cipreste. Aplique no rosto e deixe por 20 min. Enxague em seguida.

Celulite
30 gotas de óleo de cipreste em 60ml de óleo de andiroba. Massageie firmemente o local diariamente.

Acne
2 gotas em um cotonete. Aplique direto no local. Vaporização facial: 5 gotas em um litro de água fervente. Feche os olhos e deixe o vapor chegar ao rosto. Faça por 5 minutos. Para fechar os poros, enxague o rosto com água fria.

Poros abertos
15 gotas em 100ml de água. Aplique no rosto com um algodão.

Tônico para pele
20 gotas em 100gr de creme para o rosto. Aplique como de costume.


EMOCIONAL

Tensão nervosa – Ansiedade – Esgotamento nervoso – Mudanças de humor – Insegurança – Irritabilidade – Nervosismo

Banho: coloque 1 gota na bucha e massageie o corpo todo, ou na banheira, 5 gotas. Aromatização: aromatize o ambiente colocando 5 gotas em um aromatizador elétrico e complete com água. Ou coloque de 15 a 20 gotas em 500ml de água e borrife no ambiente. Escalda-pés: em uma bacia de água morna, acrescente 10 gotas de óleo de cipreste. Massagem: 30 gotas de óleo de cipreste em 60ml de óleo vegetal. O uso do óleo de cipreste complementará o tratamento feito por médico ou terapeuta.


Precauções

Deve ser evitado durante a gravidez e em casos de mastite. Não deve ser usado junto com paracetamol, para não enfraquecer a glutationa. Em excesso pode causar sensação de desequilíbrio ou vertigem. Não use óleos essenciais puros diretamente sobre a pele ou membranas e mucosas – prefira diluir seu óleo escolhido em creme, água ou um óleo vegetal;
– Não use óleos essenciais para uso interno, via oral, sem orientação especializada. Os óleos essenciais são substâncias extremamente concentradas que podem afetar suas funções orgânicas de forma imprevista e desastrosa. A aromaterapia usa os óleos essenciais externamente buscando o efeito curativo através do aroma que afeta o nosso sistema límbico alterando condições fisiológicas ou mentais e emocionais;


Registro Anvisa – 343/05


FORMAS DE USO DOS ÓLEOS ESSENCIAIS
Uso:

Inalação: é um método bastante eficiente no trato das afecções respiratórias como: sinusite, resfriado, tosse, irritação da garganta, catarro, e de stress.

O aroma penetra pelo nariz e as células olfativas captam as moléculas aromáticas por meio dos cílios, enviando impulsos nervosos para o sistema límbico, no cérebro. Com a chegada dos impulsos nervosos, o sistema límbico (uma espécie de arquivo de cheiros e sensações) reconhece as moléculas aromáticas e as identifica. É por isso que certos aromas são capazes de afetar nosso humor, trazer lembranças, provocar sentimentos de alegria, tristeza, saudade, etc.
Prosseguindo o caminho, o sistema límbico passa a informação sobre o aroma para o hipotálamo que, por sua vez, repassa para a hipófise. A informação vai, então, para outras glândulas e influencia a atividade imunológica, o batimento cardíaco, a produção de enzimas e hormônios.
As moléculas aromáticas que entram pelo nariz também seguem pelas vias respiratórias até o pulmão. Nos alvéolos ocorrem as trocas gasosas. De lá, a moléculas vão para o sangue junto com o oxigênio.

Métodos:

– Coloque em um pano 6 a 8 gotas de OE e faça três inalações profundas. – Coloque 3 ou 4 gotas de OE em um recipiente com água quente e inale o vapor durante 3 a 5 minutos, cobrindo a cabeça com um pano para evitar que se disperse as partículas de óleo.

Advertência: Feche os olhos ao inalar. Pessoas que sofrem de asma não devem realizar este método.

Banhos: um banho com OE, pode ser relaxante, sedativo, tônico, estimulante, afrodisíaco, refrescante, revigorante. É útil para aliviar dores musculares, afecções da pele, mas sua grande valia é no combate ao estresse.

Coloque de 6 a 8 gotas de OE na água quente, em uma banheira. Não esquente demasiadamente a água porque o óleo evapora-se com rapidez, permaneça no banho de 10 a 20 minutos.

Compressas: este método é muito eficaz para aliviar dor e reduzir inflamações. Acrescente 4 a 5 gotas de OE em um recipiente com água, em seguida imerge o pano na água, torce para eliminar o excesso de água e coloca sobre a região afetada.

Compressa quente, é eficaz em caso de dores musculares, cólicas menstruais. Quando a água esfria repete-se a operação.

Compressa fria, é eficaz para combater cefaléia ( aplica sobre a testa e a nuca ), inchaços, devendo ser trocada logo que a temperatura do corpo se aquece.

Aplicações tópicas: são úteis nas doenças cutâneas como a acne, aftas.
Os óleos essenciais aplicados na pele entram pelos poros e vão para os vasos sangüíneos que irrigam a derme. Depois, seguem para a corrente sangüínea, para o sistema linfático, músculos e órgãos.

Vaporizações: É ideal para a desinfecção de ambientes ou roupa de cama, é também um modo agradável de perfumar uma peça ou um ambiente, através de difusores elétricos ou a vela, ( o calor da chama converte a água e o óleos essencial na forma de um delicado vapor aromático) ou com aromatizadores em spray.

Gargarejo : É uma grande ajuda para o tratamento das superfícies mucosas orais, em aftas, gengivas inflamadas e mal hálito. Coloque 4 gotas do óleo essencial apropriado em ½ copo de água morna e bocheche, sem jamais digerir a substancia.

Massagens : é uma maneira importante para a aplicação dos óleos essenciais, sendo do ponto de vista físico, o modo mais eficaz de introduzi-los no organismo. Acontece uma interação entre o poder terapêutico do toque e a escolha dos óleos essenciais adequados à condição física, emocional e ao temperamento do paciente/cliente naquele momento específico.

Outras formas: Escalda pés, acrescentar em máscaras faciais, banho de acento, águas perfumadas e refrescantes.



Precauções
– Não use óleos essenciais puros diretamente sobre a pele. Os óleos essenciais são substâncias potentes e muito concentradas, por esse motivo têm que ser diluídos para facilitar sua aplicação e para não provocar reações cutâneas. Prefira diluir seu óleo escolhido em creme, água ou um óleo vegetal (carreador);
– Não use óleos essenciais para uso interno, via oral, sem orientação especializada. Os óleos essenciais são substâncias extremamente concentradas que podem afetar suas funções orgânicas de forma imprevista e desastrosa. A aromaterapia usa os óleos essenciais externamente buscando o efeito curativo através do aroma que afeta o nosso sistema límbico alterando condições fisiológicas ou mentais e emocionais;
– Grávidas e lactantes devem evitar óleos essenciais.
– Os frascos de óleos essenciais devem ser acomodados em local fresco, ao abrigo da luz e num local seguro.

Informação adicional

Peso 100 g
Dimensões 2 × 2 × 4 cm

Avaliações

Não há avaliações ainda.

Seja o primeiro a avaliar “Óleo Essencial de Cipreste 10ml”

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *